Troca de mensagens e áudios entre vereadores de Sapiranga fundamenta decisão da Justiça para afastam

O Jornal Repercussão teve acesso em primeira mão nesta quinta-feira (18) aos áudios e conversas entre os vereadores por meio do aplicativo whatsapp, ainda em dezembro de 2018. Os relatos foram repassados pela Polícia Civil de Sapiranga para a Justiça nos últimos dias.Em um primeiro momento, conversam entre si os vereadores Alessandro Melo e Leonardo Braga. Melo tenta por várias vezes que Leonardo Braga confirme o seu voto na chapa encabeçada pelo próprio Melo na eleição para a presidência da Câmara de Vereadores de 2019. Em certo ponto, Braga diz que sofreu interferência e teve que mudar o seu voto, para ir de Olívia. Aos 28 minutos do vídeo abaixo, Melo diz que a “devolução (dos possíveis R$10 mil) não existe mais”.Aos 31 minutos e 28 segundos, Leonardo Braga diz que não vai aceitar a “indicação” (dos possíveis R$10 mil) e que irá devolver. Braga ainda diz que mesmo que votasse em Melo, “não ficaria com a cabeça tranquila”, dizendo que iria devolver. Melo volta a frisar que ele e o vereador Dula não aceitam a devolução.A partir dos 35 minutos de vídeo, a conversa é entre Alessandro Melo e Valmir Pegoraro “Baxo”, apoiador da chapa de Melo. Ambos conversam sobre a negociação envolvendo Braga.

© 2019 por "Grupo SBC de Comunicações". Portal de Divulgação.

AREA DE ADM