RS registra 1ª morte de criança por síndrome inflamatória associada ao coronavírus


A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul (SES) anunciou, nesta quinta-feira, o primeiro caso de óbito ocorrido no Estado por Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P). De acordo com a pasta, trata-se de um menino de sete anos residente em Alto Feliz, na Serra. A doença está associada ao coronavírus, com manifestações tardias após a infecção, podendo ou não a criança ter apresentado sintomas respiratórios de Covid-19.

A SES afirmou que investiga a doença desde agosto em solo gaúcho e que 25 casos já foram confirmados, dos quais 24 já tiveram a evolução de alta hospitalar. As idades variam de zero a 15 anos. A doença, segundo a pasta, é caracterizada por febre persistente acompanhada de sintomas que podem incluir gastrointestinais (dor abdominal), conjuntivite, exantema (manchas vermelhas na pele) e erupções cutâneas, entre outros. Os sintomas respiratórios não estão presentes em todos os casos.

© 2019 por "Grupo SBC de Comunicações". Portal de Divulgação.

AREA DE ADM